Acampamento Meio-Sangue

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Acampamento Meio-Sangue

Mensagem por Ariel Price em Qui 04 Ago 2016, 6:20 pm


 " I'm not a devil,
But you know I'm not an angel
I don't wear a halo
'Cause good girls go to heaven
Bad girls go everywhere 

Olhei para o chalé e depois para Jake. Se parasse realmente para prestar a atenção, podia notar que ele estava avoado ou até mesmo bobo, mas sabia que não era por minha causa e até gostava de não ser por isto.
 
Pare de me analisar ― resmungou ele, me surpreendendo! Estava prestando a atenção?
 
Não estou! Mentirosa... ― Tentei rebater mas fui pega no flagra.
 
Ok... Vamos entrar ou precisa de convite? ― resmunguei olhando para ele.
 
Jake nem sequer respondeu, saiu colocando a mão na porta e eu o segui. 
 Good girls don't play with fire
Bad girls do it 'cause we don't care"
avatar
Ariel Price

Feminino Idade : 26
Mensagens : 57
Data de inscrição : 31/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acampamento Meio-Sangue

Mensagem por Andreas Passini em Sex 05 Ago 2016, 1:14 am

Como sempre, sentei-me sozinho em minha mesa. As discussões entre os filhos de Ares, eram as mesmas de todo o santo dia, as filhas e filhos de Afrodite se amando como Narciso se amava enfim, um dia ou noite normal no Acampamento mais mortal do mundo. 

Juntei um pouco de minha comido e segui para a fogueira na qual fazíamos os sacrifícios aos deuses e la, joguei um pouco de carne de churrasco e num tom sarcasticamente divertido, ou falei. - Aproveita essa oferendo, ó Lord das Trevas pois em minha humilde oferende desejo-lhe que morra...
E foi assim, com essa declaração "Cool", que eu me retirei do Acampamento, ,indo direto para meu chalé, pois eu sabia que o dia desse evento, só me traria dor de cabeça.
avatar
Andreas Passini

Masculino Idade : 29
Mensagens : 65
Data de inscrição : 08/08/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acampamento Meio-Sangue

Mensagem por Levi Magna em Sex 05 Ago 2016, 5:27 pm

Após demonstrar estar satisfeito com um jantar no refeitório, o Semideus permaneceu no lugar para continuar a conversar com seus irmãos e mantinha sempre esse ato, já que adora sempre ter companhia, isso eleva seu humor e autoestima. Enquanto a solidão faz um efeito ao contrário, o deixando triste ou depressivo, esse tipo de característica é bem incomum para uma pessoa tímida, quem sabe isso venha de Deméter. Só se conserva isolado em momentos dolorosos, assim consegue melhorar tendo como única companhia a natureza. Por esse motivo sentia mal estar se divertindo e ver outros campistas sozinhos ou divididos por sua mesa. Nesse motivo o pequeno criou cum pouco de coragem, se levantando de sua mesa e indo em direção da mesa de Hera. Contudo em idas e vindas, o Levi vai de um lado para o outro com incertezas, sendo similar a um maluco que vai e volta.

"Ela provavelmente deve estar querendo ficar sozinha agora."

"Não, devo parar de criar desculpas."

"Sim, mas posso acabar incomodando a Semideusa."

"Mas você tem uma boa intenção!"

Os pensamentos vem um depois do outro em sua mente, sempre debatendo o que estava correto ou simplesmente era o medo e a timidez mostrando suas garras. No final decide ir em frente com um pouco de ansiedade, chegando próximo a Agatha sem olhar para trás nenhuma vez e quando estaciona perto dela, o filho de Deméter estende seu braço a Semideusa para poder cumprimenta-la e antes disso Levi expressa algumas palavras.

Er B-Boa noite filha de Hera, espero não estar incomodando sua janta. S-Se esse for o caso posso ir embora sem problema.

Toda a fala do Semideus é com vergonha e ansiedade, isso prova totalmente que é tímido, até gaguejando ou tropeçando em algumas palavras. Porém seu vocabulário é sincero e gentil, até por que a última coisa que queria fazer era ser inoportuno com a campista. A questão em chamar ela de filha de Hera, mesmo não sendo uma Semideusa ou filha da Deusa, vem em considerar que cada um que segue um Deus, seja automaticamente um filho dele, independente que seja humana ou devota.


Última edição por Levi Magna em Qui 11 Ago 2016, 7:41 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Levi Magna

Masculino Mensagens : 46
Data de inscrição : 02/03/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acampamento Meio-Sangue

Mensagem por Quiron em Sab 06 Ago 2016, 10:12 am

Enquanto lia começou a ouvir vozes do lado de fora, Quiron fechou o livro e se direcionou a sala de estar no exato momento  que a maçaneta da porta girava, ele viu o filho de Ares trazendo a garota nova.

― Sem bem vindos. ?― Falou o centauro tranquilamente compactado em sua cadeira de rodas.

Olhou para os dois enquanto se aproximava.

― Vamos entrando, creio que temos muito a falar

Sorriu para a jovem, com aquele ar de pai zeloso ou avo preocupado, sabia que não deveria ser nada fácil para ela.

― Como se chama minha jovem?

avatar
Quiron

Mensagens : 6
Data de inscrição : 25/03/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acampamento Meio-Sangue

Mensagem por Agatha de Bourgh em Seg 15 Ago 2016, 8:28 pm


Agatha terminou sua refeição com calma, ficando sentada na mesa após o término. A comida daquele lugar era ótima, e dava uma boa sensação à devota de Hera. Depois da maioria dos semideuses terem terminado suas refeições, e de alguns até terem se retirado, Caleb veio chamar a devota para irem a algum lugar. Agatha recusou a oferta embora sempre fosse tentadora, pois naquele momento o cansaço falava alto demais, e o filho de Apolo acabou entendendo. A moça deveria voltar para seu chalé, descansar enquanto podia, visto que o evento de Hegemonia certamente iria tirar-lhe muita energia.  Enquanto ela não ia descansar, preferiu ficar apenas analisando o Pavilhão.

Apoiando a cabeça sobre um dos punhos, Agatha vira um veterano filho de Ares sair do local com uma novata, uma bela menina de cabelos castanhos. Podia ser ainda indefinida, mas seu instinto de devota sabia: ela só poderia ser um dos semideuses que Hera mais odiava – Afrodite ou Zeus. Agatha nunca gostou de se afastar dos filhos desses deuses, mas era praticamente um instinto que ela adquirira com Hera, e seguia-o – mesmo que seu interior estivesse contrariado.

Viu também ávidos filhos de Ares festejando sobre a notícia do evento; viu, na mesa de Hades, a única cria do deus. Assim como ela, ele estava sentado em sua mesa sozinho, e acabou se retirando também. Seus olhos passaram por todas as mesas, indo terminar na mesa de Deméter, onde vira um menino de olhar gentil a observando.

Discreta, a devota analisava o garoto com certa graça no olhar; levantado, o menino caminhava em sua direção, mas acabava voltando várias vezes, num vai e vem que chamaria a atenção de qualquer um – a moça sequer conseguiu disfarçar o riso ao observá-lo. Por fim, o vê se aproximar de sua mesa, com um olhar ansioso. Ele estendeu sua mão para Agatha, usando um vocabulário muito tímido, mas ao mesmo tempo tão gentil, que esboçou um sorriso acolhedor no rosto da devota de Hera.

- Não me incomodas de modo algum, filho de Deméter. – Agatha respondeu gentilmente, apertando a mão de Levi. Ela já o havia visto no Acampamento algumas vezes, mas nunca conversara com o jovem. – Sente-se, já acabei minha refeição.

Ela, então, esperou que o menino se acomodasse. Sua timidez era nítida, então a devota aguardou até o menino acalmar sua ansiedade. Agatha melhorou sua postura na mesa e jogou os cabelos esvoaçados para trás, sorrindo.

- Meu nome é Agatha. Como você está?


avatar
Agatha de Bourgh

Feminino Idade : 19
Mensagens : 44
Data de inscrição : 02/03/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acampamento Meio-Sangue

Mensagem por Levi Magna em Qui 18 Ago 2016, 8:50 pm



O batimento cardíaco aumenta cada vez mais conforme se aproxima de Agatha, sua ansiedade também está no ápice naquele momento, o fazendo quase parar enquanto anda na direção da Semideusa. É bem inusual o Levi sair de sua mesa de conforto para conversar com qualquer outro Semideus além de sua casta. Ainda que o jovem já fez algumas tentativas anteriores com outros Semideuses e normalmente era recusado ou tachado de estranho. Uma questão comum em sua vida, nunca teve muitos amigos e ainda que tenha um amigo Cooper e conhecidos em sua mesa, a maioria das vezes é rejeitado.

Isso quase se tornou um trauma em sua vida comum, quando não tinha ninguém para chamar de amigo e esse ponto foi o necessário para deixar sua timidez pior do que já era, senão fosse a chegada de Noah realmente sua timidez e medo estaria em um nível maior. Por causa de tudo isso o pequeno acredita ser um estorvo para todos ou uma pedra no caminho, sempre querendo ser útil para poder não se tornar um obstáculo na vida de alguém. Seu objetivo é ter um laço com todos os campistas, por mais que seja demais, ele tem à vontade em querer ajudar todos os seus irmãos e isso não engloba apenas os filhos de Deméter.

Assim que capta o riso de Agatha ele fica quase todo rubro, se sentindo um idiota pelo que fez e no instante queria se esconder na primeira mesa que fosse encontrar, porém já estava farto de se esconder. Independente que a filha de Hera possa humilhar, já havia decidido ir em frente e também era tarde para voltar, estava com o braço estendido para ela. Levi empaca diante das palavras e aperto de mão de Agatha, estando surpreso e em choque pela gentileza dela, tanto que tardou em responder à pergunta dela e quando o fez, acabou sendo rápido.

A-Ah sim, eu me chamo Lemi Vagna. Ahh não, me chamo Mevi Lagna. Me desculpa, devo parecer um louco para você.

Pronuncia agora ainda mais rubro do que o comum e bagunçando o próprio cabelo não acreditando na tolice que cometeu e nesse momento senta próximo da Semideusa, mal conseguindo olhar muito para ela e demonstrando um semblante encabulado, se fosse possível colocaria um saco em sua cabeça. Contudo o sorriso e o jeito gracioso dela de alguma forma isso retira um pouco a carga de ansiedade e ainda que se culpa pelos erros, mesmo assim fica um pouco melhor com ela naquele local.

O-Obrigado pela sua recepção e suas palavras, elas me ajudaram. É uma honra conhecer uma dama educada, senhorita Agatha. Meu nome é L-Levi Magna e espero ser muito útil para você.

Suas palavras são um pouco mais soltas, mas quando diz seu nome, quase se travou ou enrolou novamente. O pequeno se levanta e se curva um pouco, como forma de agradecimento e de reconhecimento, afinal foi muito bem-educado a fazer isso para aqueles que merecem. Sua insegurança continua em sua face, porém junto ele mostra um lado carinhoso e amável, terminando com um singelo sorriso agradável. Logo depois da reverência, o Levi senta novamente e manifesta preocupação, tanto ao que vai falar em seguida, quanto ao evento que vai começar, contudo não deixa a tristeza o consumir, se mostra animado até.

Eu estou bem e você? Estou apenas preocupado com as mortes de Semideuses.
avatar
Levi Magna

Masculino Mensagens : 46
Data de inscrição : 02/03/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acampamento Meio-Sangue

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum