teste

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

teste

Mensagem por Ariel Price em Ter 12 Jul 2016, 3:12 am


Ariel Prince
Afrodite's Daughter!




Há pessoas que amam o poder, e outras que tem o poder de amar.


Sou Ariel Price, filha de um famoso Pianista, Ethan Price um homem belo e inteligente, que encantava a todos com sua bela melodia, diziam que em seu auge sua bela musica era capaz de tocar o coração de todos, aflorarem os sentimentos adormecidos, seu amor pelo piano superava qualquer um. Aos vinte e seis anos se apaixonou por uma mulher, dona de uma beleza incomparável, seu carisma amolecia até o mais cruel dos corações. Meu pai nunca descreveu os traços da minha mãe ou me mostrou alguma foto, seu amor por ela era algo que ultrapassava o físico, era quase celestial. 



Ethan Price, um pianista de renome que se afastou dos holofotes quando sua amada esposa morreu, as más línguas falavam que era, pois com ela sua paixão também morreu, não conseguia tocar com aquele sentimento e assim, não tocava mais o coração dos outros. Mas os mais chegados sabiam que era, pois sua princesinha, ou melhor dizendo, sua pequena sereia precisava de atenção.


Lembro-me de pouca coisa de quando eu era pequena, mas uma coisa eu sei, sempre vivi neste apartamento! É pequeno, a rua é barulhenta e o prédio nem se fala! Moramos no quinto e ultimo andar, da janela da sala da para ver o parque mais ao norte da cidade. Meu quarto fica nos “fundos”, chamo assim, pois da de frente para uma parede que um dia foi branca, o papel de parede verde-água com listas brancas, na época que meu pai escolheu eu ainda era um bebê de colo, mas ainda sim gosto daquelas listas na parede, meu armário de duas portas e a cama do outro lado, perto da janela. Na sala a TV e o sofá disputavam lugar com o belo piano de calda preto e teclas de marfim do meu pai, um instrumento magnífico e seu preço certamente daria para comprar um apartamento maior que este! Ele fica posicionado perto da sacada, lembro-me das cortinas brancas voando nas tarde de verão enquanto meu pai tocava. Eu devia ter meus três anos, escondida embaixo do piano encima de um cobertor, escutando a melodia “Love's Sorrow - Liebesleid”, a mesma musica tocada todo santo dia perto das seis horas da tarde.

  

Tocava para minha mãe, como disse, o amor deles era mais do que algo carnal. Via as folhas do outono invadirem o apartamento com aquela brisa morna que se despedia do verão, lembro a vibração do piano no chão e o sentimento inocente, de pura felicidade que sentia ao escutar meu pai fazendo o que mais amava, para a mulher que mais amou. Lembro-me de fingir imitá-lo ao levantar as mãos e tocar um “piano” imaginário, olhando pela janela da sacada o céu alaranjado “Quero um dia aprender essa magia, que o papai toca” pensava isto, sentindo quando as notas eram mais suaves, antes de se tornarem mais graves demonstrando um sentimento mais profundo.


Aos quatro anos, me sentei na cadeira do papai, enquanto ele estava na cozinha preparando um café e apertei, uma das grandes teclas brancas e brilhantes, o som foi grave e intenso. Senti o ecoar da corda vibrar por todo meu corpo, aquela sensação me deixou estática mirando as palavras douradas “Fritz Dobbert”, não demorou muito para as letras voarem com o vento e se embaralharem. 


― Papai? ― Ele estava encostado no marco da porta que dividia a cozinha da sala, com sua velha caneca presta de café, aquele cheiro maravilhoso que indicava que era hora dele começar a tocar. 

― Quer aprender Ari? ― Eu sorri instantaneamente e minhas bochechas avermelharam.

― Sim! ― Naquela hora notei que não era eu quem ele via, mas minha mãe. Seu olhar carinhoso não refletia o amor de paterno, mas aquela saudade que possuía de sua amada mulher.

― Cada dia se parece mais com sua mãe, minha princesa ― Disse ele ao se aproximar, afagando meus longos cachos negros e arrumando minha tiara branca na minha cabeça, se sentando ao meu lado. 

― O que quer tocar? ― Perguntou ele, tocando as teclas esperando o pedido.

― Love’s Sorrow! ― Aquele pedido arrancou uma risada tão gostosa quanto o som do piano nas tarde de outono, não entendi, mas gostava.

― Porque não começar com algo mais fácil? “Brilha Brilha estrelinha” o que me diz? ― Disse ele, tocando em seguida uma melodia linda que eu conhecia a letra por isso me animei a cantar junto com o piano. Levei pouco mais de um mês para dominar aquela musica, tocava em todos os lugares que possuía um piano! Restaurantes, cafeterias e até na creche! Sim, eu ia pra creche para meu pai dar aula de piano pela manhã e a tarde recebia aulas particulares do melhor pianista da cidade!


[size=18]Sempre fui tratada como uma princesinha, tanto na creche como pelos amigos do meu pai, na venda da esquina, os vizinhos... Todos me adoravam e eu era feliz por isto! Jurava que poderia viver daquele jeito para sempre, mas o para sempre é muito tempo.



Quanto eu tinha seis anos, meu pai me apresentou uma mulher, ela era loira e alta, muito bonita por sinal, seus lábios eram vermelhos como maças recém colidas, não precisei que me falassem, os dois se amavam! Não era como o amor que meu pai tinha pela minha adorava mãe, mas ainda sim era um tipo de amor. Mas dividir a atenção do meu pai com uma mulher não era muito fácil, nesta época comecei a ser egoísta e fazer birras, brigava e gritava com mais freqüência, não era como se eu odiasse a mulher, mas me sentia invadida, aquele era o meu domínio e ela o invadiu sem pedir licença e ainda se sentou na janela! Com essas atitudes decidiram me mandar para a escola, já estava na idade, foi o que falaram. 


Perdia-me com facilidade nas aulas, as letras voavam e eu não entendia porque as outras crianças não viam, mesmo sorrindo e dizendo que entendiam, ninguém acreditava! No fim aprendi a mentir, enganar todos dizendo que eu entendia, que as letras não voavam mais, que eu era normal! Pelo menos assim meu pai não ficava triste.


As musicas às seis horas da tarde não eram mais tocadas, meu pai arrumou um trabalho em uma empresa e desistiu do piano, lembro que pensava em vender o piano e comprar um apartamento maior, sabe? A família podia crescer! Mas eu, com meus oito anos não entendia muito bem como, estava sendo mimada de mais por todos sendo vendada para uma realidade que um dia eu seria forçada a enxergar.


Em uma tarde de inverno, era domingo e eu brincava embaixo do piano negro com uma boneca quando o telefone tocou, minha madrasta atendeu e chamou meu pai. Vi seu semblante entristecer, se preocupar como nunca se preocupou não existia esperança naquele olhar ― Ariel? Venha cá ― Disse meu pai, se sentando no piano e me fazendo sentar ao seu lado, abriu as teclas e tirou a proteção de veludo vermelho das teclas ― Lembra quando você era pequena, que disse um dia que você tinha uma família grande? ― Disse ele olhando para o marfim e como uma tola garota toquei uma tecla ― Sim papai ― Segui tocando a canção infantil ― Então, esta semana você não vai para a escola, vamos viajar para você conhecer seus avôs ― Disse ele, forçando um sorriso, mas eu sabia, sempre soube que seu coração chorava, eu era filha do amor e entendia que algo dentro dele estava morrendo.  
[/size]






avatar
Ariel Price

Feminino Idade : 26
Mensagens : 57
Data de inscrição : 31/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: teste

Mensagem por NPC em Qui 18 Ago 2016, 2:27 pm

Zeus
seu texto


Última edição por NPC em Qui 18 Ago 2016, 3:21 pm, editado 17 vez(es)
avatar
NPC

Mensagens : 47
Data de inscrição : 25/03/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: teste

Mensagem por NPC em Qui 18 Ago 2016, 2:38 pm



Zeus
Deus dos céus


Poderes


Corrente Elétrica: A eletricidade poderá percorrer pelo seu corpo dando choques a quem você tocar e dando a quem lhe tocar. (Nivel- baixo)

Vôo: Controlando o ar ao seu redor, o filho de Zeus pode voar, mas não por muito tempo.(Nivel- Alto)

Aerocinese: O usuário pode controlar o ar com destreza e facilidade, podendo levantar objetos dos mais diversos tamanhos ate pesados como caminhões, mais exige muito do usuário.(Nivel- Alto)

Clima: Já exercendo mais influência climática, pode fazer a temperatura variar e criar chuvas.(Nivel-Médio)

Controle e manipulação: Podem controlar e manipular o vento e raios. Também tem uma personalidade forte, sendo líderes natos. (Nivel-Médio)

Pressão Rarefeita: O semideus agora consegue criar ao eu redor uma zona de baixa pressão atmosférica, que faz com que todos que entrem em seu raio efetivo sofram com tonturas e fortes dores de cabeça e no ouvido. (Nivel-Alto)






Hades
Deus dos mortos 


Frase do deus


bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla








Zeus
Deus dos céus


Poderes


bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla






Última edição por NPC em Ter 23 Ago 2016, 6:59 pm, editado 19 vez(es)
avatar
NPC

Mensagens : 47
Data de inscrição : 25/03/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: teste

Mensagem por NPC em Qui 18 Ago 2016, 3:20 pm



Poseidon
Deus dos mares


Poderes


Corrente Elétrica: A eletricidade poderá percorrer pelo seu corpo dando choques a quem você tocar e dando a quem lhe tocar. (Nivel- baixo)

Vôo: Controlando o ar ao seu redor, o filho de Zeus pode voar, mas não por muito tempo.(Nivel- Alto)

Aerocinese: O usuário pode controlar o ar com destreza e facilidade, podendo levantar objetos dos mais diversos tamanhos ate pesados como caminhões, mais exige muito do usuário.(Nivel- Alto)

Clima: Já exercendo mais influência climática, pode fazer a temperatura variar e criar chuvas.(Nivel-Médio)

Controle e manipulação: Podem controlar e manipular o vento e raios. Também tem uma personalidade forte, sendo líderes natos. (Nivel-Médio)

Pressão Rarefeita: O semideus agora consegue criar ao eu redor uma zona de baixa pressão atmosférica, que faz com que todos que entrem em seu raio efetivo sofram com tonturas e fortes dores de cabeça e no ouvido. (Nivel-Alto)

avatar
NPC

Mensagens : 47
Data de inscrição : 25/03/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: teste

Mensagem por Ariel Price em Ter 18 Out 2016, 12:00 am







Helvetica art party tattooed Williamsburg aesthetic photo booth mustache swag, Pinterest Truffaut put a bird on it lumbersexual freegan Brooklyn craft beer. Cred letterpress Helvetica Pitchfork, synth drinking vinegar +1. Fanny pack pug dreamcatcher iPhone. Craft beer narwhal DIY dreamcatcher. Ethical cornhole cronut, mixtape banjo PBR&B beard Godard synth tote bag Neutra pork belly. Slow-carb Austin McSweeney's actually umami, meggings pickled pork belly selvage literally raw denim health goth. Truffaut bicycle rights Neutra, normcore polaroid butcher beard readymade flannel bespoke Banksy irony American Apparel photo booth tattooed.

XOXO asymmetrical Godard stumptown banh mi sustainable +1, Odd Future drinking vinegar. Marfa tote bag normcore selvage. Trust fund freegan McSweeney's seitan PBR. Banjo church-key dreamcatcher lo-fi Brooklyn tattooed. +1 retro tilde, Portland post-ironic cred lo-fi tousled beard hashtag mustache raw denim. Tofu vinyl Bushwick Banksy, lomo Odd Future PBR whatever Schlitz Thundercats deep v gastropub paleo pug yr. Artisan brunch sartorial, tote bag fanny pack actually 3 wolf moon ethical ugh forage.

Vice XOXO normcore irony, banjo try-hard listicle Kickstarter. Photo booth Truffaut cliche, listicle quinoa retro semiotics Brooklyn 8-bit biodiesel slow-carb selvage church-key lumbersexual. Drinking vinegar swag vegan, yr Marfa cliche ugh Austin wolf fingerstache aesthetic lumbersexual fixie direct trade Kickstarter. Schlitz VHS health goth tote bag. Scenester +1 Marfa, twee sriracha keffiyeh Vice mixtape four loko. Pop-up mixtape gentrify, messenger bag listicle XOXO YOLO. Direct trade sriracha squid cronut plaid normcore, meditation lumbersexual organic Truffaut cold-pressed mustache Shoreditch cornhole.

Austin distillery Echo Park, Neutra wayfarers jean shorts direct trade authentic post-ironic literally selfies Williamsburg flannel art party. +1 gentrify swag, dreamcatcher Banksy Helvetica deep v flannel Thundercats ethical butcher pour-over. 90's biodiesel flexitarian, gastropub trust fund slow-carb Portland roof party Bushwick distillery swag hella hashtag brunch. Taxidermy wolf ennui readymade pork belly, 8-bit polaroid cred bitters hoodie biodiesel fanny pack cronut. Bitters squid pug American Apparel next level. Meditation tote bag pop-up bicycle rights, kitsch fashion axe chambray farm-to-table post-ironic. Umami tote bag bespoke freegan, authentic biodiesel Intelligentsia post-ironic Etsy.



avatar
Ariel Price

Feminino Idade : 26
Mensagens : 57
Data de inscrição : 31/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: teste

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum